Percevejos de cama: um risco para a saúde

A maioria dos problemas começa com insetos que pegam “carona” em malas, móveis, peças de roupa ou outros itens que são levados para casa vindos de áreas infestadas. É necessário ficar atento a qualquer sinal de pequenas manchas de sangue com coloração ferrugem, ou pequenos pontos vermelhos de sangue fresco.
Os percevejos de cama precisam de sangue humano – a cada estágio de seu ciclo de vida, precisam picar seu “hospedeiro” para sugar sangue e sobreviver. Por isso, são encontrados com freqüência nas camas ou muito perto delas ou em móveis como poltronas e sofás.

 

 

 

 

 

 

Esse tipo de praga urbana geralmente não pica gatos e cachorros, mas quando a colônia cresce muito, os animais de estimação também podem virar suas vítimas.
Se encontrar um percevejo em sua cama, é necessário tomar providências imediatas – inspecionando todos os locais para determinar se aquele inseto foi trazido para dentro de casa sozinho (isoladamente) ou se existe uma infestação ativa.
Percevejos são pragas urbanas que podem causar reação alérgica e lesões no corpo das pessoas, além de infestar o ambiente. São pequenos insetos, de até 7 mm, sem asas, com hábitos noturnos, de corpo achatado e cor marrom avermelhada.

Ao picar a pele ou sugar o sangue, esses animais estimulam células do organismo a liberar uma substância chamada histamina, que provoca coceira e, se atingir o sangue, espalha-se pelo corpo todo.

Para eliminação da infestação desses pequenos insetos é necessário chamar uma empresa especializada. Além disso, procure manter o ambiente limpo, aspirando frestas das camas, estrados, colchões e travesseiros e evite a secagem de roupas em locais onde não contenham exposição ao sol.

 

Leia mais em: http://dedetizadorarjcontrolar.com.br/2017/02/16/percevejos-de-cama-um-risco-para-a-saude/

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*